Na busca por uma vida saudável, muitas pessoas têm recorrido aos produtos orgânicos.  Mas afinal, quais são as suas diferenças em relação aos alimentos convencionais?

Com a crescente utilização de agrotóxicos, hormônios, aditivos e antibióticos em nossa comida, as pessoas estão cada vez mais interessadas em saber o que estão ingerindo e qual a procedência desses alimentos.

Estamos vivendo uma verdadeira epidemia de doenças e poluição ambiental. Nossa saúde, as pessoas que amamos e o planeta em que vivemos estão seriamente ameaçados.

Será que os produtos químicos utilizados na agricultura convencional têm alguma ligação com tudo isso?

Não deixe de ler mais sobre o tema nestes artigos:
 Alimentos Orgânicos: Vale a pena pagar mais caro por eles?
Transgênicos: O Veneno que Você Consome Todos os Dias
 7 Razões para você evitar os Alimentos Transgênicos

10 Motivos para Você Consumir Produtos Orgânicos

Mulher segurando o filho doente
Precisamos proteger as futuras gerações – 10 Motivos para você consumir produtos orgânicos

1 – Protegem as Futuras Gerações

A intensa utilização de produtos químicos na agricultura tradicional afeta o ar, o solo, a água, os animais e as pessoas, principalmente as crianças.

Um artigo publicado pela Environmental Working Group (EWG) mostrou que os químicos e pesticidas podem causar problemas em bebes que ainda estão na barriga da mãe, pois eles atravessam a placenta.

Os agrotóxicos também afetam as crianças recém-nascidas, através da contaminação do leite materno, que passa o veneno presente no organismo da mãe para o filho.

Após o nascimento, o cérebro, o sistema nervoso e os órgãos da criança ainda estão em desenvolvimento.

Quando elas são expostas aos agrotóxicos, seu fígado e os rins não conseguem eliminar o veneno da mesma forma que um adulto, gerando uma intoxicação.

Essas substâncias químicas estão relacionadas com defeitos congênitos, problemas neurológicos, autismo, TDAH e câncer.

As regiões agrícolas são justamente onde temos os índices mais elevados desses problemas.

A plantação orgânica, em contrapartida, presa pela saúde dos consumidores e do planeta, não utilizando quaisquer tipos de pesticidas, herbicidas ou agentes químicos que possam trazer danos aos nossos filhos.

2 – Evitam Problemas de Saúde

O Brasil lidera o ranking dos países com maior uso de agrotóxicos no mundo. O excesso de agrotóxicos enfraquece o sistema imunológico, intoxica o organismo, afeta a saúde intestinal e favorece o aparecimento de diversas doenças.

Dados da Anvisa afirmam que 64% dos alimentos estão contaminados com agrotóxicos. Estima-se que o brasileiro consuma cerca de 7,3 litros de agrotóxicos ao ano por meio da ingestão de alimentos.

Para piorar o quadro, 29 dos 50 agrotóxicos mais utilizados no Brasil são proibidos no exterior. Com a falta de fiscalização, esses agrotóxicos são utilizados em quantidades muito superiores as permitidas.

Além disso, esses venenos são misturados para aumentar sua eficácia. Podemos encontrar mais de 20 tipos diferentes de agrotóxicos em um único alimento.

Cada agrotóxico é testado individualmente, porém não são feitos estudos sobre os efeitos colaterais da interação entre eles.

O Ministério da Saúde (MS) estima que no Brasil, anualmente, existam mais de quatrocentas mil pessoas contaminadas por agrotóxicos, com cerca de quatro mil mortes por ano.

Além dos agrotóxicos, os alimentos não orgânicos ainda podem conter hormônios, antibióticos e modificações genéticas, levando a problemas ainda maiores;

Agricultor jogando veneno na plantação
Aplicação de agrotóxico em uma plantação convencional – 10 Motivos para você consumir produtos orgânicos

3 – São Livres de Transgênicos

Talvez os alimentos transgênicos façam parte da sua alimentação diária e você nem saiba.

Os transgênicos são banidos em parte da Europa e em diversos outros países, e é fácil entender o porquê.

Eles expõem a biodiversidade a sérios riscos, como a perda ou alteração do patrimônio genético de nossas plantas, sementes e animais.

Além disso, criam plantas com genes resistentes a aplicações de agrotóxicos.

Isso faz com que as pragas se tornem cada vez mais resistentes também, e o agricultor se vê obrigado a utilizar cada vez mais veneno para eliminar o problema.

Ou seja, cada vez mais resíduos de agrotóxicos nos alimento.

As leis, desenvolvidas com interesses políticos e não científicos, permitem a venda dessas sementes sem os devidos estudos para compreendermos melhor os seus efeitos colaterais.

Com uma enorme quantia de dinheiro em jogo e influência política envolvida, vemos um número enorme de pesquisas “patrocinadas” que defendem a utilização dos transgênicos e alegam que eles são inofensivos à saúde.

Mesmo assim fomos capazes de encontrar diversas pesquisas e documentários expondo a triste realidade.

Os transgênicos levam ao aumento de casos de alergias, maior resistência aos antibióticos, envelhecimento precoce, câncer e doenças degenerativas, como o Alzheimer.

4 – Protegem a Biodiversidade

Além de sérios danos à saúde, os agrotóxicos também são um grave problema para o meio ambiente. A agricultura tradicional não respeita os animais, a floresta e nem a vida.

Ela provoca queimadas e desmatamento, mata milhares de animais e expulsa outros milhares de seu habitat natural.

Além disso, os animais que estão próximos de plantações são pulverizados com agrotóxicos, e intoxicados através do consumo dessas plantas.

Apenas 1% dos agrotóxicos aplicados na lavoura atingem as pragas, enquanto os outros 99% vão para o ar, solo, rios e para a água subterrânea.

Quando chove, a água arrasta partículas de agrotóxicos contidas no solo, poluindo rios, lagos e mares.

Você acha que esses produtos químicos são eliminados com o tempo? Infelizmente não é bem assim.

A maior parte dos agrotóxicos são compostos biocumulativos, ou seja, são acumulados progressivamente na cadeia alimentar.

Os produtos orgânicos por sua vez, protegem a vida do planeta, os animais, e o nosso alimento. Animais selvagens dependem de plantas, rios e lagos para sobreviverem, assim como nós.

Proteger a biodiversidade é proteger a vida humana.

Erosão do solo causa seca
A erosão do solo é uma das consequências do uso constante de agroquímicos – 10 Motivos para você consumir produtos orgânicos

5 – Evitam a Erosão do Solo

Os agrotóxicos contribuem para erosão do solo, promovendo inundações e secas, além de um excesso de poeira que pode carregar 20 doenças infecciosas pelo ar, incluindo a tuberculose e o antrax.

Os cientistas descobriram que o uso excessivo desses produtos químicos altera a composição do solo, desequilibrando os microrganismos.

Os agrotóxicos destroem as bactérias benéficas do solo e os nutrientes, e estimulam o crescimento de bactérias nocivas, tornando o solo pobre e infértil.

A medida que o solo deixa de ser fértil e produtivo para o agricultor, ele se vê obrigado a desmatar ainda mais a floresta para continuar seu cultivo, dando seguimento ao ciclo de perda de solo.

Através das técnicas de plantio orgânicas, tais como rotação de culturas, plantio consorciado e compostagem, o solo se mantém fértil e permanece produtivo ano após ano.

6 – Produtos Orgânicos São Mais Nutritivos

Um estudo publicado no site Organic.org mostrou que os produtos orgânicos apresentam uma quantidade 27% maior de vitamina C, 21.1% mais ferro, 29,3% mais magnésio, 13,6% mais fósforo e 18% mais polifenóis, se comparados aos alimentos não orgânicos.

Outro estudo, realizado pela University of California, comparou plantações de tomates orgânicos e convencionais por um período de 10 anos.

A plantação orgânica foi capaz de gerar tomates com níveis muito superiores de antioxidantes, como a quercetina (79% maior) e o kaempferol (97% maior).

As plantações orgânicas utilizam adubos naturais, que deixam o solo rico e balanceado, produzindo alimentos com maior valor nutricional.

Aplicação de antibióticos em animais
A administração de antibióticos em animais de corte – 10 Motivos para você consumir produtos orgânicos

7 – São Livres de Antibióticos

A indústria de animais de produção utiliza uma grande quantidade de antibióticos, que aumentam a produção de carne e mantem os animais livres de doenças.

Como a alimentação desses animais é a base de grãos transgênicos, pobre em nutrientes e cheios de agrotóxicos, eles acabam adoecendo, exigindo constantes aplicações de antibióticos para controlar diarreias e desequilíbrios gastrointestinais.

Quando um animal fica doente, todos os animais que estão em volta dele também recebem doses extras de antibióticos como forma de controlar as bactérias.

Essa utilização exagerada promove o aumento da resistência de bactérias, gerando superbactérias. Quando as bactérias conseguem resistir aos antibióticos elas se tornam fatais.

Para piorar ainda mais o quadro, se os antibióticos não forem utilizados corretamente – e não temos fiscalização adequada disso – podem deixar resíduos na carne que é destinada aos consumidores, causando sérios danos à saúde.

Existe uma crescente preocupação em todo o mundo com a utilização desses remédios na produção de animais.

A produção orgânica, por sua vez, minimiza a utilização de remédios em animais, principalmente os antibióticos.

Os animais têm uma alimentação 100% orgânica, o que não deixa rastros de agrotóxicos ou antibióticos na carne que vai para o seu prato.

8 – São Mais Saborosos

Qual você acha que tem o melhor sabor? Um morango orgânico ou um morango que tem 20 tipos diferentes de substâncias químicas?

Não restam dúvidas de que os produtos orgânicos são mais saborosos, já que a saúde do solo e da planta interfere diretamente na quantidade de nutrientes e no sabor do alimento.

Além disso, os orgânicos geralmente são vendidos por produtores locais, resultando em produtos mais frescos e saborosos do que aqueles que já foram congelados e transportados por longas distâncias.

9 – Desintoxicam o Organismo

Sobrecarregamos nosso organismo de toxinas através do consumo diário de contaminantes presentes nos diversos alimentos não-orgânicos, como hormônios, antibióticos e agrotóxicos.

Quando nosso corpo está intoxicado, ele perde a capacidade de funcionar corretamente, pois a prioridade do organismo é eliminar as toxinas da corrente sanguínea.

Isso compromete a saúde de forma geral, e o sistema digestivo luta para absorver corretamente os nutrientes.

A alimentação orgânica permite que seu corpo desintoxique, pois elimina a sobrecarga de toxinas acumuladas ao longo dos anos. Você remove o veneno e passa a absorver melhor os nutrientes provenientes da sua alimentação.

Animais de produção confinados em suas celas
Os animais passam grande parte de suas vidas no mesmo lugar – 10 Motivos para você consumir produtos orgânicos

10 – Não Geram Sofrimento Animal

Os animais de produção passam por um enorme sofrimento durante suas vidas.

Eles são confinados com milhares de outros animais, num espaço em que mal podem se mover, passam a ter um consumo excessivo de grãos para aumentar de peso, o que gera problemas gastrointestinais sérios e muita dor.

Muitas vezes também são maltratados e torturados durante boa parte de suas vidas e sofrem um verdadeiro terror na hora do abate.

Já os animais de produção orgânica, são em sua maioria criados soltos. Com mais espaço para se movimentar, eles ficam menos estressados e sofrem menos maus tratos por parte dos funcionários da empresa.

A produção orgânica também utiliza uma quantidade menor de aplicações de remédios, e uma nutrição proveniente de produtos orgânicos, tornando o organismo do animal muito mais resistente a doenças.

 

Agora você já tem motivos suficientes para mudar a sua alimentação e a de toda a sua família.

Lembre-se: para ter saúde não adianta apenas escolher o alimento certo, você também precisa conhecer sua origem e a forma como ele foi produzido.

Espero que esse artigo tenha sido útil e que tenha trazido diversos questionamentos e mudanças para sua vida.

Gostou? Tem um comentário ou sugestão? Deixe seu comentário.